18 junho, 2016

(...)

            



      Eu me vejo amadurecer. Floresço a cada nascer...



Nenhum comentário:

Postar um comentário